MEUS DISCOS: “THE PORTRAIT OF SUDAMERICAN SUN ROCKERS” POR FUN PEOPLE



Um pouco desconhecida pela grande maioria do público brasileiro, a cena Hardcore e Punk Rock Argentina deveria ser explorada com mais afinco pelos apreciadores desses estilos. Vale muito a pena conhecer bandas como 2 MinutosAttaque 77FlemaExpulsadosMal PasarArgiesKatarro VandalikoCadena PerpetuaBulldogFlemitaCretinos, Double Fuerza (da qual já falamos aqui e aqui), entre outras que estão na ativa até hoje. É de lá também que vem o Fun People, banda liderada pelo frontman Nekro, que atualmente segue com seu projeto Boom Boom Kid, além de seu alter ego DJ InicialesBB,  fazendo apresentações de sets musicais em vinil.

Formada na cidade de Campana, distrito de Buenos AiresArgentina no ano de 1989 por Nekro (vocal), Gus (baixo), Cape (guitarra) e Blacky (bateria), fizeram seu primeiro show no dia 26 de julho daquele mesmo ano, ainda com o nome de Anesthesia (uma homenagem à Cliff Burton do Metallica). Pouco antes do lançamento do primeiro álbum autointitulado, descobriram que outra pessoa já era detentora dos direitos autorais do nome. Na época, Nekro mantinha um zine chamado Fun People, que era distribuído durante os shows da banda, dai surgiu a ideia de se usar o mesmo nome. Confira abaixo uma das primeiras gravações do Anesthesia:


Com 9 álbuns lançados, discos ao vivo e compilações, a banda manteve-se na ativa até o ano de 2001, com turnês ao redor do mundo durante todo esse período.



O vinil escolhido para a coluna Meus Discos foi um achado bem raro. “The Portrait of Sudamerican Sun Rockers“, vinil Picture Disc 12″, foi prensado na Europa no ano de 2000 e segundo o vendedor, nunca havia sido tocado até então. Procurei por muito tempo algum álbum do Fun People em vinil, inclusive fui até a loja da Ugly Records no ano de 2019 em Buenos Aires, mas infelizmente estava fechada devido à um feriado na cidade. Por sorte, achei essa coletânea à venda aqui mesmo no Brasil.

Com 24 faixas, o álbum trás um compilado de toda a história da banda, com faixas presentes nos discos de estúdio, B-Sides, além de três covers: “Never Digas Morir” – (Never Say Die!) do Black Sabbath, “Libre Al Fin” (Stay Free) do The Clash e “Trash” do New York Dolls, que em breve estarão presentes em uma matéria para a coluna Versões.



Os clássicos “Annabelle“, “Se Pudiera“, “El Stranger“, “FMS. Fuck Male Supremacy“, “Lady” entre outros, também estão presentes no disco.

SOBRE A FIGURA NA CAPA DO DISCO

A fotografia que estampa o Picture Disc em questão e que também está presente na capa do álbum “The Art (e) Of Romance“, lançado em 1999,  é do militante anarquista alemão e mártir Kurt Gustav Wilckens, que ficou muito conhecido na argentina por ter vingado a repressão da Patagônia rebelde com o homicídio do tenente coronel Héctor Benigno Varela. Kurt foi assassinado em Buenos Aires no dia 15 de junho de 1923 por defender os direitos das classes operárias argentinas.



Por mais que a banda seja conhecida da cena Punk Rock e Hardcore, engana-se quem acredita que o som seja limitado somente a esses dois estilos. Por toda a discografia, é possível notar diferentes influências que passeiam pelo Tango (e seu apreço por Carlos Gardel), Bolero, Surf Music, uma pitada de Reggae, além de muito romantismo. 



Confira abaixo a track-list completa do disco. Para ouvir, clique em cada uma das faixas:

LADO A
1 – Mother Earth
2- Lady
3 – One Day (Like Wilckens)
4 – Hunt
5 – Estoy a Tu Lado
6 – Trash (New York Dolls)
7 – Point Of Lovely Sun
8 – Desarme
9 – Ya No Formo Parte De Esto
10 – Raibow
11 – Spirit Of 77
12 – Marionetas

LADO B
13 – Otro Mundo
14 – FMS. Fuck Male Supremacy
15 – El Stranger
16 – Annabelle
17 – Si Pudiera (Desde Ushiaia)
18 – Boicot Antinaturals
19 – Never Digas Morir (Black Sabbath)
20 – Libre Al Fin (The Clash)
21 – Masticar
22 – Mantiene Tu Espiritu con Humor
23 – Diciembre
24 – Distinto

Deixe uma resposta