BRIGA DE GIGANTES: TESTAMOS OS DOIS FONES TOP DE LINHA DA BEATS BY DRE


A nossa busca pelo fone perfeito continua. No mês passado fizemos uma análise do último lançamento da Beats By Dre, o compacto e poderoso Beats Flex (confira a matéria completa aqui). Dessa vez o nível está um pouco mais elevado. Recebemos da Beats os dois fones top de linha da marca: Beats Solo Pro (na cor preto) e Beats Studio 3 Wireless (na cor cinza chumbo), gigantes no quesito qualidade sonora, com algumas peculiaridades entre eles. De forma sucinta, irei especificar alguns prós e contras que analisei durante pouco mais de um mês de uso, no intento de facilitar a vida de quem está disposto a investir um pouco mais em um fone de ouvido premium.


Design

A primeira impressão que tive dos dois produtos logo de cara é a diferença de tamanho entre eles. O Beats Solo Pro é um pouco mais compacto, porém ligeiramente mais pesado que o Beats Studio 3 (267 gramas e 260 gramas respectivamente). O fato do Solo Pro ser relativamente menor é devido ao seu formato on-ear, quando os apoios de espuma ficam sobre a orelha, enquanto o Studio 3 apresenta o formato over-ear, com apoios de espuma maiores que se assentam em torno de toda a orelha. Poderia ser um detalhe sem muita importância, contudo após um longo período de uso, é perceptível um certo incomodo no modelo on-ear, causado pela pressão da espuma, enquanto no modelo over-ear, mesmo após horas de uso, nenhum desconforto foi notado. Ponto positivo para o Studio 3. O material usado para a fabricação dos dois aparelhos é impecável, e conta com revestimento almofadado interno no arco do fone que fica em contato com a cabeça.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Beats-Studio-3-Cores.fw_.png
Foto Divulgação


O Beats Studio 3 (fotos acima) é ofertado nas cores Preto Fosco, Preto e Vermelho, Vermelho, Branco, Azul, Preto Profundo e Cinza Chumbo.

Foto Divulgação



Já o Beats Solo Pro é oferecido em apenas três cores (conforme foto acima): Marfim, Preto e Cinza.


 


Cancelamento de Ruídos

Ambos os produtos possuem a tecnologia noise cancelling, permitindo uma imersão mais profunda na experiência sonora, sem interferência de ruídos externos. No modelo Studio 3, o cancelamento de ruído é automático e a todo momento ele estará ativo, podendo desativa-lo somente pelo app da Beats, diferente do Solo Pro, que possui um botão do lado esquerdo que permite desativar e ativar essa opção diretamente no aparelho. Vale ressaltar que o noise cancelling  da Beats não bloqueia 100% dos ruídos, porém o modelo Solo Pro se mostrou bem mais superior nesse quesito em relação ao Studio 3. No que se diz respeito à atendimento de ligações ou gravações de áudio, o Studio 3 é o único que apresenta também a tecnologia de microfone com cancelamento de ruídos, sendo mais eficaz nesse ponto.




Controles

O Beats Solo Pro possui, além do pequeno botão de ativação do cancelamento de ruídos do lado esquerdo (que também serve para conexão via bluetooth), algumas opções de controles do lado direito, através de um botão único, que serve para atender ligações, pular faixas e controlar o volume. O que eu achei mais sensacional nesse fone é que para ligar ou desligar, basta apenas dobra-lo, sem a necessidade de utilizar-se de um botão para isso.


No Studio 3 os controles são invertidos, sendo um botão multifuncional do lado direito para ligar/desligar, ativar o assistente de voz e conexão via bluetooth, e um botão maior do lado esquerdo para atendimento de ligações, seleção de faixas e controle de volume. Um diferencial no Studio 3 é que ele já vem de fábrica com um cabo para conexão em aparelhos sem a tecnologia Bluetooth (transformando o aparelho em um fone com fio) e no meu caso, essa opção foi muito usual para utilização do fone em discotecagens de vinil.

Beats Solo Pro – Foto divulgação


Qualidade de Som e Bateria

Nesse ponto os dois fones são extremamente potentes, mas percebe-se que a Beats concentrou-se mais nos médios do que nos graves, fato esse que não chega a ser um problema, pois ele está muito bem presente, assim como os agudos, todos de forma bem equilibrada, apresentando um som limpo e com muita qualidade. Senti uma mínima diferença entre os dois fones, me agradando mais no quesito potência e nitidez de som o Beats Solo Pro. Um detalhe muito especial nos dois aparelhos é o tempo de bateria: Duração de 22 horas à 40 horas (com o cancelamento de ruídos desligado). O Solo Pro ainda tem uma opção de fast fuel, um carregamento de apenas 10 minutos quando o aparelho estiver com pouca bateria, que garante mais 3 horas de duração.

Beats Studio 3 Wireless – Foto divulgação 

Conclusão Final

Tanto o Beats Solo Pro quanto o Beats Studio 3 Wireless entregam o que oferecem: Qualidade de som, potência, tecnologia, multitarefas e design impecável. Os valores ofertados são os mesmos no site oficial da Beats (R$ 2.499,00), mas também podem ser encontrados na internet a partir de R$ 1.899,00. As diferenças entre eles citadas nessa matéria, são bem pontuais, de forma que escolher qual seria o melhor dos dois fones seria contestável da minha parte. Cabe ao futuro comprador analisar quais são suas necessidades baseadas nessas informações. A verdade é que, independente de qual você escolher, terá feito uma ótima escolha.

Todas as fotos (com exceção das fotos de divulgação) por @projetodescubra.

2 comentários em “BRIGA DE GIGANTES: TESTAMOS OS DOIS FONES TOP DE LINHA DA BEATS BY DRE

Deixe uma resposta