PUBLIC ENEMY: NOVO ÁLBUM NA AGULHA E RETORNO À DEF JAM RECORDINGS



Nada de “gangsta” – rap político. O Public Enemy não queria saber de ostentar, de ser engraçadinho ou de brincar de ser comedor, como boa parte de seus contemporâneos: seu brado é conscientizado, agressivo como quando precisamos que as verdades que nos recusamos a enxergar precisem ser esfregadas em nosso focinho, sabedor de que só o confronto pode trazer mudanças reais e mais duradouras. “It Takes a Nation of Millions To Hold Us Back” e “Fear of a Black Planet” corroeram por dentro o mainstream norte-americano, hinos como “Don’t Believe the Hype” e “Fight the Power” colocaram as ideias de Malcom X na programação radiofônica que antes se esbaldava com as vacuidades de Rick Astley e Milli Vanilli, e se tornaram influência capital para muitos – inclusive para os Racionais MC’s.



O momento é mais do que imperativo para o retorno dessa tonitruante voz, justamente quando os EUA fervem novamente por conta de conflitos raciais e abuso policial perante a população negra – e eles compreenderam o chamado da história: Chuck D anunciou o novo registro dessa inesgotável usina de revolta musical para 25 de setembro próximo, e via Def Jam Recordings, gravadora responsável pelos dois clássicos citados acima. Produzido por DJ Premier, “What You Gonna Do When The Grid Goes Down” sucederá “Nothing Is Quick in the Desert”, lançado em 2017, já tem sua capa pronta (confira a imagem logo abaixo), e o primeiro single, “State of the Union (STFU)”, está disponível no YouTube  desde junho passado, assim como uma reinvenção da sempre vigorosa “Fight the Power” com participação de Nas, Black Thought, Rhapsody, Jahi e YG.

Palavras de Chuck D em relação ao novo álbum e do retorno ao selo que os consagrou: “instituições culturais são importantes. Ser parte integral delas é uma honra que nos foi concedida e que precisa ser sustentada. As músicas do Public Enemy são como estampas sônicas nas areias do tempo. E agora é tempo – e uma necessidade – de trazermos o barulho de volta diretamente desse local a que chamamos de lar.” Flavor Flav também se manifestou: “A Def Jam é como se fosse a casa em que nós crescemos. É muito legal estar de volta”.

A pré-venda do novo álbum pode ser adquirida clicando aqui.

Vídeo de “State of the Union (STFU)”

“Fight the Power” versão 2020:

Public Enemy em São Paulo:

 


Deixe uma resposta